MSXPI:Specs:PT:HWMODS

From Retro-CPU.run
Jump to: navigation, search

MSXPi vai funcionar corretamente sem qualquer alteração, mas há algumas alterações ao projeto original que podem tornar a utilização ainda melhor.

Vamos às razões para as alterações abaixo: O uso recomendado do MSXPi é utiliza-lo em conjunto com outro dispositivo IDE com acesso a cartões SD o CompactFlash, com MSX-DOS2 ou Nextor. Isto porquê o MSXPi só tem integrado o MSX-DOS 1, que tem limitações como por exemplo, não tem acesso a diretórios. Além disso, o driver do MSXPi implementando no MSX-DOS só tem acesso a imagens de disco (.dsk), portanto não é possivel acessar o SD do Pi como um drive do MSX-DOS. Estas caraterísticas tornam mais evidente que usar o MSX-DOS2 ou Nextor seria uma vantagem. Portanto, o uso comum da MSXPi seria em parceria com outra interface, e para isso é necessário remover a EPROM da interface.

Entretanto, os Jumpers da interface podem ser usados com a finalidade de desabilitar a EPROM, e portanto fazendo com que o MSX faça boot por outro dispositivo IDE mesmo com a EPROM do MSXPi conectada. Para isso bastaria desabilitar o jumper CS1.

O que acontece é que em algumas situações, ou determinados micros, o MSX recebe o sinal de ativação da EPROM mesmo com CS1 desligado, pois o sinal fica flutuando durante o boot e pode ocorrer dele estar baixo (ativado) e assim entra ROM do MSXPi com MSXPi-DOS.

Para evitar esse comportamento, podemos adicionar um resistor e um capacitor conforme a imagens abaixo, e assim desabilitar a EPROM desligando o jumper CS1.


Modificações: Resistor 10KOhm entre pinos 22 e 28 da EPROM, e capacitor 0.1uF (cód. 104) entre pinos 28 e GND (qualquer ponto GND próximo pode ser utilizado). yIZvtpa.jpg


wULx9nQ.jpg


Se o MSXPi já estiver com o Raspberry Pi Zero soldado, o resistor pode ser instalado conforme a imagem abaixo, ligando o pino 22 (/OE) a 28 (5V). Neste caso, experimente o MSXPi nas condições desejadas e veja se ele se comporta como esperado, pois pode ser que não seja necessário adicionar o capacitor extra. É importante que as pernas do resistor não entrem em contato os demais pinos da EPROM.

AKBGo0a.jpg